Piloto

Peter Silva-Jankowski

NacionalidadeBritânico
Data de Nascimentoabril 28, 1980
Altura1.82 M
Peso78 KG

Paixão por velocidade, adrenalina e competição

Peter nasceu em Londres, Reino Unido, em 1980, o mais velho de quatro irmãos. Na adolescência, passava o dia andando de bike e foi com ela que iniciou sua primeira carreira esportiva. Competiu e fez apresentações de BMX freestyle (Dirt, Park & ​​Street), patrocinado por algumas das marcas mais conhecidas da modalidade.

Peter é apaixonado por velocidade, adrenalina e competição e, embora nunca tenha alcançado as alturas dos X-Games, ganhou títulos notáveis como o King of Concrete, entre outros eventos amadores e profissionais. Aos 22 anos, teve uma fratura na perna direita e teve de desistir da sua carreira competitiva.

De volta às competições

Desde então, Peter se dedicou à profissão como designer de experiência, e já não tinha esperança em voltar a competir. Até que um dia foi convidado para uma corrida de kart indoor. Ali sua adrenalina reacendeu e ele encontrou uma nova paixão. Nas semanas e meses seguintes, Peter voltou para correr no circuito de kart indoor Dockland Speedway, até que, em 2013 descobriu um campeonato com karts Birel de alto desempenho com motores de 2 tempos. No Club 100, Peter aprendeu a pilotar em um nível de competição muito superior e começou a ver resultados.

Voando no Brasil

Em 2014, de forma inesperada, Peter se casou e mudou para São Paulo, onde procurou por pistas. Competiu no WKC (World Rental Karting Championship), em Nova Odessa, e depois em campeonatos locais de rental kart. Em 2018, entre outros títulos, consagrou-se campeão na categoria Light do Festival Brasileiro de Kart Indoor, o maior e mais reconhecido campeonato nacional.
Foi nesse ano também que ele fez sua primeira competição de endurance e nunca mais parou, afinal, logo na primeira tentativa, a equipe conseguiu um 4º lugar no pódio na classe Light. Em 2019, ao lado de Rafael Chedid, Peter entrou para a Copa São Paulo com a equipe Total Racing, mas percebeu que queria voar ainda mais alto, e parou todas as competições para realmente se preparar e se dedicar ao kart profissional.

Conquistando no profissional

O primeiro passo foi aumentar a carga na PIlotech, onde Peter faz sua preparação física. Assim, ele começou sua promissora parceria com a CKS Racing Team – do campeão nacional Yuri Alves, seu técnico e André Briola – mecânico e preparador excepcional. Com o nome PSJ | CKS Racing, Peter corre desde 2021, ano em que dominaram na categoria Light, liderando toda a campanha desde a primeira até a última corrida, junto ao seu companheiro de equipe, Henrique Morbi. Em 2022, nas 500 Milhas, uniu-se ao time Ryan Nishioka e, juntos, levaram o 2º lugar na Light.


Atualmente, o gringo compete na Copa São Paulo – Pro 500 e tem tudo para voar e conquistar o pódio.

Acompanhe a campanha atual, aqui!

Não há segredo. Basta treinar e depois treinar mais

Sêneca (4 a.C.-Roma, 65)